Second Level: Make Strangers Laugh | Contacto: manel.cardoso_94@hotmail.com

Contactos
28
Out 08

O que aconteceu no último mês foi transformador e fantástico e o que se segue é um texto cronológico desses acontecimentos.

30 de Setembro de 2008 18:43:49 – Recebo um e-mail dos Cómicos de Garagem a felicitar-me por ter sido escolhido para o espectáculo ao vivo, no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz, deste programa de rádio onde participei durante os últimos meses. “Yes!” foi a minha reacção, seguida de um “E agora?”. Por coincidência inexplicável, horas antes de ter recebido este mail havia começado a elaborar um texto de stand up comedy, visando esse mesmo espectáculo, por diversão (sem saber que lá ia e acalentando poucas esperanças de o fazer). Outro acaso foi o de ter feito umas piadas, nesse mesmo texto, sobre José de Pina e Nuno Markl, sabendo que iam ser o júri, mas não sabendo o dia em que o fariam. Iam fazê-lo dia 8 de Outubro. Eu actuava dia 8 de Outubro.

De 1 a 6 de Outubro – No dia seguinte, vou ao site dos Cómicos de Garagem. Surpresa. O meu nome não figura na lista dos cómicos seleccionados para o São Luiz. Nesse mesmo dia já tinha falado com a Joana Marques das Produções Fictícias (PF) e já lhe facultara os dados que precisava para a minha actuação. Choque. Será que se enganaram no site? Ou será que confundiram e não vou actuar? Explico o meu caso na zona de comentários do site. Sou enxovalhado desde logo, com malta a dizer que seria melhor assim, que eu não fosse, pois se o fizesse seria um desastre. Havia um caso igual ao meu. Ele já lhes havia ligado e disseram-lhe que era suplente. Só actuaria se alguém faltasse. A mim disseram-me o mesmo e acrescentaram para eu ficar descansado pois decerto que alguém faltaria e eu actuaria.

Afinal actuaria mesmo.

7 de Outubro - Dia 7 de Outubro é dia de ensaio. Correu mal. Pessimamente. Tinha um texto muito pequeno. Estava nervosíssimo. Achei todos melhores que eu, de longe. Fui para casa e fiz uma revolução no texto. Ensaiei imenso. Já estava mais confiante. Depois não. Depois sim. Depois não.

8 de Outubro – Não há palavras. Fui para a escola. “Boa sorte!”. Cheguei a casa. Nervos. Ensaiei mais. Pus My Way de Sinatra a tocar imensas vezes, não sei porquê. Às sete da tarde tinha de estar no São Luiz. Cheguei lá. Não via ninguém que eu conhecesse. “Pode pensar em começar a jantar”. Arroz de Pato. Plástico autêntico. Água. Bebida porque estava nervoso. Estão lá os Estupidólogos. Assustadores. À vontade. Completamente à vontade. Eduardo Ramos chega depois. “Este puto não está nada nervoso”, disse irónico olhando para mim. Chegou Tiago Amaro. Só quatro anos mais velho do que eu. O segundo mais novo. Nervoso? “Um bocadinho a favor”.  Vá lá, alguém. Chega depois João Henrique. Diz que está muito nervoso. Chega Le Loup Fou e Gustavo Vieira. Mandam-nos para uma sala. Horrível. Que nervos. Quero sair daqui. Vou-me esquecer do texto. Já me esqueci do texto. Que texto? Depois desta piada vem o quê? Telemóvel toca. Amigos. “Estamos cá fora. Vimos o Luís Franco-Bastos (Vencedor do anterior concurso. Admiro-o). Com os nervos digo “A sério?”, quando penso “E depois?”. Chamaram-nos lá para baixo. Falta pouco. Nervos. Nervos. Chegam os pais. “Então?”. Extremamente complicado. “Chega lá e diz isso.”. Oh! Mandaram-nos para os nossos lugares. Toda a gente nos vê. “E os cómicos são (…) Manuel Cardoso;…” levanto as duas mãos. Chamaram Le Loup Fou para actuar. Depois Estupidólogos. Depois João Henrique. Depois eu. Manuel Cardoso! Subi ao palco. Agora é o que sair. “Boa noite.” Saiu o resto. Riram-se. Aplaudiram. Acabou. Alívio. Júri fala. Afinal é o Nilton e o Markl, tive de mudar uma piada. Nilton: “Isto é stand-up” Markl: “Mistura de geek e cool”. Depois é a vez de Eduardo Ramos, Tiago Amaro, Gustavo Vieira. Contagem dos votos. “Já ganhaste zézinho” disse-me Tiago Amaro. Não!. E o vencedor é… Manuel Cardoso! Levanto os dois braços, agora com mais vigor. Subo ao palco. Quero dar um aperto de mão ao Rui Unas (apresentador do programa e do espectáculo, que estava sempre sentado no palco a ver-nos actuar), levo com um abraço. Confetti para cima de mim, mais uma placa a dizer “Hoje ganhei eu”. Saio do palco. Vou-me sentar. Gustavo Vieira, Tiago Amaro, João Henrique cumprimentam-me, os outros não tiveram tempo, fui ter com o meu pai. Abraça-me. Abraço. Aperto de mão. Beijinho. Obrigado. Chego à minha mãe. Forte abraço. Vou agora embora. Ao sair. “Olá, vem cá.”, diz uma rapariga. Namorada, ao que parece, de Luís Franco-Bastos. Querem-me cumprimentar. “Olá.” “Olá, pá, adorei. Nunca pares, a sério. Na tua idade nem tinha voz grossa.”. Sou um grande fã. “Também eu, a partir de agora.”

11 de Outubro – Best Of Cómicos de Garagem. Fiz um texto novo para esta segunda actuação no São Luiz. Chego lá. Jantar: pataniscas de bacalhau. Não estão más. À entrada cruzo-me com Susana Carvalho, a vencedora de Sexta. Lá dentro, cumprimento Luís Franco-Bastos, Hugo Nevez, Pedro Figueiredo e Joana Santos, os melhores participantes da edição anterior que hoje voltavam a actuar. Janto. Falo com Rui Unas, que vem ter connosco. “14 anos? Tu fazes ideia do potencial que tens?”. Mandam-nos mais uma vez para a sala. Depois, chega o outro finalista, Pedro Silva. Nervos. Não tantos como Quarta. Depois, entramos. Júri: Nuno Lopes e Nuno Markl. Sou, mais uma vez, o quarto a actuar. Fico assustado com a qualidade das actuações que vieram antes, o que provocou muitos nervos. Correu bem, não tão bem como Quarta. Nuno Lopes impressiona-se com a minha maturidade. Sou entrevistado para o Público e Semanário Académico. Nuno Lopes vem-me cumprimentar “Gosto muito do teu trabalho”, disse-me. Cumprimento todos. Vou embora.

23 de Outubro – Final dos Cómicos de Garagem na Antena 3. Avenida Marechal Gomes da Costa. Chego, encontro a Susana Carvalho, uma das finalistas. Nervosa. O estúdio é o 7. Chega Rui Unas. “Já vi que há nervos”. Vamos para o estúdio. Já lá está o jurí: Bruno Nogueira e (sim, outra vez) Nuno Markl. Bruno Nogueira? Gigante. Nuno Markl? Gigante. O nariz. Chega, atrasado, Pedro Silva. Começamos a gravar. Sou o primeiro a falar e levei um texto de 7/8 minutos. O júri riu-se. Falaram bem. Bruno Nogueira destaca a maturidade e os nervos. Markl acha que eu trabalho muito texto, diz que eu sou mais de palco do que de rádio e destaca os nervos. Depois falaram Pedro Silva e Susana Carvalho. No fim, ganha Pedro Silva. Parabéns. Confesso que quando o Markl disse “Pedro Silva é o vencedor”, fiquei um pouco desiludido, mas muito pouco. Tenho 14 anos, eles têm mais cerca de 10 do que eu . Depois passou. Tenho potencial, disseram eles. Agora, tenho de por os pés na terra.

 

 

O vídeo do Best Of e a gravaçao audio do programa estará em breve disponível, já o de Quarta, não, já que não foi feito.

 

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 18:16

Manel, não ponhas os dois pés na terra.
Põe um, para continuares bem na escola e manteres a calma e a tranquilidade.
O outro, mantém-no no ar, não pares de escrever nem de treinar porque o teu potencial é enorme!

Abraço
Luís Franco-Bastos
Luís Franco-Bastos a 31 de Outubro de 2008 às 18:59

Obrigado Luís, vou seguir o teu conselho de duplicação de local onde colocar os pés, no sentido metafórico, já que no físico é escasso o tempo que consigo permanecer em "pé cochinho".

Obrigado, mais uma vez, e tu, continua o excelente trabalho! Tu juntas a qualidade dos textos, como foi provado no São Luiz quer em Janeiro, quer em Outubro, à das sobrenaturais imitações.

PS: Quinta, mais uma vez, um grande elogio do Nuno Lopes à tua pessoa no sketch do Carlos Queiroz.

Abraço
Manuel Cardoso a 1 de Novembro de 2008 às 01:38

Olá Manel,
Gosto muito do teu blog: )
Quando disse "Vem cá." tinha-lo dito ao Luís, e não a ti; ) Ele próprio me tinha dito q te queria cumprimentar(e eu também; )).
Beijinhos,
Christina Kronback.
Christina Kronback a 2 de Novembro de 2008 às 23:10

Christina,

Sobre o blog, muito obrigado :)

LOL, naquela confusão e euforia, não percebi metade do que se passava à minha volta xD

Beijinhos
Manuel Cardoso a 2 de Novembro de 2008 às 23:49

A navegar pela net encontrei o teu blog, aproveito para te dar os Parabéns tiveste muito bem tanto na primeira como na segunda noite.
CONTINUA!!

E já agora é "Manuel" ou "Manel"?? (Bom tema para fazeres umas piadas de introdução...hehe)

abraço,
Hugo Nevez
Anónimo a 13 de Novembro de 2008 às 16:20

Obrigado, Hugo!

Eu fartei-me de rir com a tua actuação e também espero que continues.

LOL tanto faz, Manel é como me tratam e Manuel é como assino :)
Manuel Cardoso a 13 de Novembro de 2008 às 16:44

Fale nesta janela de conversação, amigo!

Get your own Chat Box! Go Large!
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
31


PNET Humor
Actuações no Passado
Mais Sobre Esta Patética Figura A Que Resolveram Chamar Manuel Cardoso, Nome Que Não É Grande Coisa, Mas Que É Melhor Que Luís António Cardoso - Nome Posto Em Cima da Mesa No Processo de Escolha Onomástica
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO