Second Level: Make Strangers Laugh | Contacto: manel.cardoso_94@hotmail.com

Contactos
30
Jun 08

As notas da escola, se não chegaram, estão a chegar às nossas casas. Aluno, se para o ano queres ter BOAS NOTAS A PORTUGUÊS, admira esta minha invenção!

PALEIO PARA CONQUISTAR A CONSIDERAÇÃO DE UM DOCENTE DE PORTUGUÊS:

1 - Oh professora, eu realmente nem tenho uma Memória De Elefante, mas acho que Ontem Não Te Vi Em Babilónia! Peço desculpa por tratá-la por tu, mas parece que a minha cabeça está a inverter A Ordem Natural Das Coisas. Se isto continuar Eu Hei-de Amar Uma Pedra, na volta.
E professora, não sabe o que me aconteceu ontem! Às dez e meia eu queria sair, mas a minha mãe disse-me “Não Entres Tão Depressa Nessa Noite Escura” e eu: “Qual quê!” e saio disparado pela porta, a grande velocidade, que parecia um Citroën AX. E é nessa altura que eu vou contra uns gabirus que me perguntaram “Quem é que pensas que és? Tu tens nome?” e eu “O Meu Nome É Legião” e os indivíduos, danados, disseram que me iam matar e tiraram do bolso o Manual dos Inquisidores para ver como é que me iam por a patinar. Decidiram pegar-me fogo e pensei eu “Que Farei Quando Tudo Arde?” e faleço. É nessa altura que eu tomo Conhecimento do Inferno e pus em causa o Esplendor de Portugal, já que pereci sem dizer Boa Tarde Ás Coisas Aqui Em Baixo.

2 – Oh professora, já alguma vez lhe contei sobre o meu Primo Basílio? Não. Pois bem. O meu primo foi viver para Bristol, onde foi aprender O Mandarim, para comunicar melhor com os da sucursal da Alves & Companhia em Xangai, e mandou Cartas de Inglaterra! Essas cartas são muito engraçadas na medida em que são Correspondência que, para além do palavreado todo, contém um’A Relíquia de ouro que foi feita lá pelos, não sei se Os Maias ou os Incas, não sei bem.
Sabe uma coisa? A Capital do Burundi é Bujumbura! Sou incrivelmente culto, não sou? E também fui eu que resolvi o Mistério da Estrada de Sintra! Era simplicíssimo: um gajo qualquer começou a andar em contramão no IC19 e matou uma velha, era um tal empregado d’A Ilustre Casa de Ramires, que é um restaurante de marisco ali no número um da Almirante Reis, não é?
- Não, esse é "O Ramiro".
- Pronto, não interessa. Não me sabe dizer quantos são dez contos em Notas Contemporâneas?
- Cerca de cinquenta euros.
- Obrigado. Sabe da última fofoca? Olhe sabe d’O Crime do Padre Amaro? A raça do padre começou a ler a Correspondência de Fradique Mendes, aquele que trabalha nas Minas de Salomão! Maroto do padre! E olhe tenho andado a ler muito e já vou nas Últimas Páginas de um livro, embora de certeza que deixei algumas Páginas Esquecidas pelo caminho, para despachar.

3- Eu fiquei felicíssimo n’O Ano da Morte de Ricardo Reis. Ele quando me via chamava-me Todos os Nomes que lhe vinham à cabeça: palhaço, bardamerda, mentecapto e coisas assim.

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 23:38

Kkk
matheus a 18 de Novembro de 2013 às 16:46

Fale nesta janela de conversação, amigo!

Get your own Chat Box! Go Large!
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29


PNET Humor
Actuações no Passado
Mais Sobre Esta Patética Figura A Que Resolveram Chamar Manuel Cardoso, Nome Que Não É Grande Coisa, Mas Que É Melhor Que Luís António Cardoso - Nome Posto Em Cima da Mesa No Processo de Escolha Onomástica
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO