Second Level: Make Strangers Laugh | Contacto: manel.cardoso_94@hotmail.com

Contactos
21
Abr 08

Olá, o meu nome é Alcides, mas todos, carinhosamente e para tornar mais fácil a dicção, me tratam por “Besta quadrada do atrasado mental do Alcides”.Tenho 31 anos e nasci e cresci na bela terra do Bombarral, mas, devido a não suportar a humidade, mudei-me de armas (a minha vassoura) e bagagens (a minha mala Pierre Cardin) para a Amareleja, no grande Alentejo. Sou Fiscal de Título de Transporte Público há mais de 7 anos, 4 meses, 3 semanas, 2 dias, 17 horas e 51 minutos, embora os mais jovens me chamem de “pica”. O meu sonho é ser transferido para a Carris ou até para a STPC, mas por enquanto dedico oito horas por dia à Eléctricos da Amareleja. A Eléctricos da Amareleja tem, para além dos famosos eléctricos cor-de-vinho, autocarros muito sui generis, cor-de-rosa e com apenas 3 velocidades, os afamados: Devagar, Devagarinho e Parado, à bela maneira do Alentejo. Vivo num generoso T3+51,3 no centro da Amareleja, com mezanine, logradouro e uma marquise que eu próprio construí em 2002, com a ajuda do meu primo Damião. Sou militante, desde 1998, do Partido Comunista Português, mas penso seriamente em demitir-me deste partido e militar pelo Inteiro da Agricultura (ver sketch do tema), pois agrada-me a possibilidade de ter uma rapariga muito bem feitinha como esposa, embora eu não desgoste da minha, a dona Silvana, de 72 anos, que me faz muita companhia. Vou estar aqui, semanalmente, no Teorema de Cardoso, a contar mais uma das minhas história.

Bom Natal

Alcides Junqueira

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 17:46

17
Abr 08

Vim agora do metro e, digo-vos, fez-me ganhar o dia. Antes de entrar na carruagem, olho para ela e espanta-me vê-la a abanar. Entro lá e encontro explicação para o que tinha observado: meia dúzia de escoceses vestidos de azul, cor do Glasgow Rangers, saltam incessantemente dentro da carruagem, cantando como no estádio. Não obstante, aceleravam o ritual aquando das paragens do comboio, fazendo ainda mais barulho.
O momento que me fez escrever este post foi quando, na paragem “Areeiro”, entrou um adepto do Sporting, denunciado pelo seu cachecol. Único na sua condição clubística na carruagem - pelo menos o único que o mostrava de forma explícita – assistiu, sem poder fazer nada, a uma série de insultos cantados em Inglês, contra o Sporting, em que os adeptos escoceses apontavam o dedo para o indivíduo. Deu prazer olhar para o sportinguista: inerte, não esboçou uma única reacção. Havia de ser contra um Benfiquista (com B grande, sim)! O Benfica, como clube de massas, de certeza que teria muitos mais adeptos nessa carruagem e respondíamos-lhes, chegaríamos mesmo a dizer: “Não insultam o Benfica, c’o a breca! Malditos escoceses!”, toma lá que é batata frita! Ah, Benfica!

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 19:26

Aquele jogo não aconteceu. Para os sportinguistas mais avivados da memória, o 3-3 da meia-final da taça de 2005 e o 6-3 no campeonato 1993/1994 também não aconteceram. Mas este “não aconteceu” mais do que todos os jogos que “não aconteceram”.

O jogo de que vos falo é, como todos repararam, o Sporting - Benfica de ontem. Confesso que tinha uma fezada para este jogo, baseando-me no velho palpite para o principal derby lisboeta, “Ganha quem está em pior forma.”. O meu vaticínio começou-se a tornar realidade quando o Rui Costa, combinando com Di Maria, mete a bola por baixo das pernas de Rui Patrício (uuuh!), marcando o primeiro, e quase se confirmou quando o Nuno Gomes (!) gelou mais uma vez Alvalade, cabeceando para o segundo golo na baliza de Rui Patrício. A coisa até corria bem. Até à segunda parte, da qual eu não falarei, senão do golo fantástico de Christian Rodriguez. No fim, 5-3, para o Sporting.

No dia seguinte fui para a escola ostentando um pequeno cartaz onde se podia ler: “Eu odeio futebol.”, quatro vezes. Mas deixem estar, deixem estar. Deixem os lagartos pavonearem-se dessa vitória. Não vão ver outra igual em, pelo menos, 30 anos. E o melhor é que a passagem à final não lhes valerá de nada, pois o adversário é, nada mais, nada menos que…. Tcahran… Futebol Clube do Porto (um clube desprezível, sem dúvida, mas, infelizmente, ganhador).

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 18:37

08
Abr 08

Houve sempre profissões julgadas de forma diferente, mas há que lutar contra isso e apontar os erros para conseguirem, assim, melhorar.

Exemplos:

- DJ de Call Center – Quem será que põe a música naqueles largos minutos de espera quando, por exemplo, ligamos para a TV Cabo a reclamar? Penso que é uma profissão muito útil, porém, deveria aprofundar mais os seus conhecimentos em relação às músicas que escolhe, de acordo com a idade. Uma vez, a Dona Adelaide contou-me que tinha ligado para a Garagem do Firmino Zé, para lhe verem o óleo do seu VW Carocha de 1980, e lhe tinham posto, enquanto esperava por resposta, os Moonspell a tocar.

- Vozes Off – Voz Off de supermercado “Lígia Serafina à caixa 23, Lígia Serafina à caixa 23, por favor.”; voz Off de televisão “Já a seguir, no Canal Panda, Ninja Hattori!” ou mesmo voz off de estádio “Vamos todos gritar: Benfica! Benfica! Benfica!” são das profissões mais repetitivas que eu conheço. Se a voz off do supermercado variasse um pouco era óptimo, tipo “Lígia Serafina à caixa, número, porra sei lá o número, Lígia Serafina, sua galdéria! Vem a p*** da caixa! Porra, já fizeste merda, vem à p*** da caixa, já!”, dava outra alegria às compras de supermercado da semana. E se a voz off da televisão mudasse a cassete de vez em quando era também bestial, tipo “Já a seguir no Canal Panda, Safadinhas na Selva 11!”, era bom, não era? E também a voz off dos estádios tem todas as condições para inovar, tipo, “Vamos todos gritar, Porto é merda! Porto é merda! Porto é merda!”, o ambiente ficava muito melhor.

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 16:21

03
Abr 08

Estava no forno da sala de aula quando recebi a notícia que Ricardo Araújo Pereira estava no edifício. Sabia que ele viria, não entanto, não sabia a data. Pura infelicidade e embirração dos responsáveis do Colégio para com o oitavo ano, o colóquio foi apenas visto por alunos do nono ano, embora uns de outros anos, para grande inveja minha, se conseguissem infiltrar, já no fim da palestra. Ouviam-se largas gargalhadas vindas do ginásio, onde decorria o colóquio, durante as desinteressantes aulas do dia. (Professores de Francês e Inglês, por favor não leiam isto, pois tive, nessas disciplinas, 4 e 5, respectivamente. Professora de Matemática, pode ler à vontade, pois tive 3.) As aulas acabaram de manhã, seguiu-se o almoço. Depois de saciados eu e uns colegas fazemos apostas sobre qual será o carro de Ricardo Araújo Pereira: só entram para jogo carros com menos de 3 anos e grandes máquinas. À uma e tal da tarde, dá-se a saída do humorista do colégio, logo assaltado por alunos desesperadamente em busca de um autógrafo ou dum simples aperto de mão. Admiro o Ricardo, mas não me submeti a esse ponto. Os únicos vez que me deram um autógrafo na vida foram o Miccoli e o Karagounis, num restaurante em Lisboa, e eu não pedi nada: foi o dono do restaurante que me perguntou: “Não queres um autógrafo deles?”, e digo eu: “Naaah, não. O italiano é um palerma e vai-se embora, o grego vai-nos marcar dois golos num jogo particular.” e suplica ele: “Vá lá!” e eu “Tá bem, pode ser.”.

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 16:54

01
Abr 08

Há muito tempo que não escrevia no blog. É verdade. Entra-se de férias, não se escreve mais. Agora, volvidos 15 dias, volto a escrever nesta publicação. Sabem o que se passou durante a minha abstinência bloguística? Variadas coisas como a selecção nacional ter perdido, mais uma vez, com a Grécia. Confesso que não vi o jogo senão depois dos 75 minutos e então apercebi-me da seguinte coisa: sabem qual é a diferença entre o Quaresma quando joga no FC Porto e o Quaresma quando joga na selecção? O do Porto é o Quaresma e o da selecção é o Qualesma! Ah, ah, ah. Peço desculpa pela piada seca. Outras coisas ocorreram durante a minha ausência, tais como a possibilidade do FC Porto perder 6 pontos na presente Liga, devido à corrupção. Ora isto, na minha ideia, foi tudo montado pelo FC Porto para gozar os outros clubes que o seguem na classificação, que nem que o Porto seja condenado de ter planeado o ataque às Torres Gémeas, em 2001, conseguem alcançá-lo e tornar-se, assim, campeões.

mas o que é isto? sabem que raio de besta escreveu isto? Manuel Cardoso às 17:36

Fale nesta janela de conversação, amigo!

Get your own Chat Box! Go Large!
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


PNET Humor
Actuações no Passado
Mais Sobre Esta Patética Figura A Que Resolveram Chamar Manuel Cardoso, Nome Que Não É Grande Coisa, Mas Que É Melhor Que Luís António Cardoso - Nome Posto Em Cima da Mesa No Processo de Escolha Onomástica
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO